Valle Secreto Private Cabernet Franc

Vinho Tinto Chileno Valle Secreto Private Cabernet Franc 2016

Safra 2016 - 750 ml
Alto Cachapoal - Chile
Uva(s):
Cabernet Franc,
Harmonização:
Carne vermelha, Cordeiro, Carne de caça, Culinária ibérica,
Ocasiões:
Montanha e lareira, Petit comité, Degustar devagar,
Amadurecimento:
Pouco menos de 2 anos em barricas de carvalho.
Temperatura de serviço:
18 °C
Teor Alcoólico:
14.0 %
Volume:
750 ml
Potencial de guarda:
Acima de 10 anos.
Tipo
Tinto
Corpo
Encorpado
Aromas
e sabores
Baunilha
Geleia de frutas
Especiarias picantes
Chocolate
Associados
R$ 298,80
R$ 332,00
4x R$ 83,00 sem juros
Ou R$ 315,40 à vista no boleto
4 Unidades = R$ 298,80 por unidade
6 Unidades = R$ 285,52 por unidade
Informações sobre este rótulo

Conhece aquela expressão “o mundo dá voltas”? E não é que ela vale também para o mundo dos vinhos, principalmente quando o assunto é Cabernet Franc. Essa é uma das castas mais antigas da região de Bordeaux, na França. Inclusive, pode ser chamada de mãe ou pai da Cabernet Sauvignon (a variedade tinta mais plantada no mundo), já que a Cabernet Sauvignon nasceu de um cruzamento natural entre as cepas Sauvignon Blanc e Cabernet Franc. Essa última foi introduzida no Brasil por volta de 1900, chegando a ser a variedade Vitis vinifera mais plantada no Rio Grande do Sul nas décadas de 1970 e 1980. Com o passar dos anos, foi perdendo espaço para castas mais comerciais, como Merlot, Tannat e a própria Cabernet Sauvignon. Na Argentina aconteceu a mesma coisa, já que a Malbec se tornou a grande estrela internacional. No Chile ocorreu o mesmo também, quando a Carménère virou a sensação, a “uva francesa extinta e agora redescoberta”. Pois então, advinha quem está de volta com tudo na produção de vinhos de alta gama na América do Sul!? Te dou uma dica, começa com Cabernet, termina com Franc.

Os vinhos sul-americanos feitos com essa casta tendem a seguir uma linha de estrutura intensa e mais potente nos taninos, que fazem lembrar o estilo dos vinhos de guarda de Bordeaux, aqueles que apresentam não somente os aromas de fruta, mas também toques marcantes de rusticidade. É claro que por ser uma uva versátil, também existem vinhos mais frescos de Cabernet Franc, como é o caso dos varietais tintos feitos com ela no Vallée du Loire, na França. No entanto, pelo menos para mim, os que chamam mais a atenção são de fato os mais intensos. Um belíssimo exemplar desse estilo é o Valle Secreto Private Cabernet Franc, que representa a essência dos novos vinhos de alta gama da América do Sul, vinhos que em minha opinião devem conquistar os paladares do mundo nos próximos anos. Esse rótulo é elaborado artesanalmente na pequena cidade de Pelequén, com pouco mais de 10 mil habitantes, na comuna de Malloa, aproximadamente 130km ao sul da capital chilena Santiago. Ali as chuvas se concentram no inverno, fazendo com que os verões sejam quentes e secos, perfeito para a maturação plena das uvas. O vinho só tem um defeito, a produção é pequena demais, pouco mais de 7 mil garrafas, assim sobram poucas para degustação (risos). Saúde!

by Sommelier Rodrigo Ferraz 

Newsletter

Receba nossas novidades e promoções por email