António Saramago Winemaker

Vinho Tinto Português António Saramago Winemaker 2017

Safra 2017 - 750 ml
Península de Setúbal - Portugal
Uva(s):
Castelão, Alicante Bouschet,
Harmonização:
Risoto de cogumelos, Tábua de frios, Queijos maturados, Carne vermelha,
Ocasiões:
Degustar devagar, Petit comité, Quem aprecia clássicos,
Amadurecimento:
Pouco mais de 1 ano em barricas de carvalho.
Temperatura de serviço:
18 °C
Teor Alcoólico:
14.0 %
Volume:
750 ml
Potencial de guarda:
Acima de 10 anos.
Tipo
Tinto
Corpo
Encorpado
Aromas
e sabores
Frutas vermelhas
Flores
Mineral
Chocolate
Associados
R$ 147,60
R$ 164,00
4x R$ 41,00 sem juros
Ou R$ 155,80 à vista no boleto
4 Unidades = R$ 147,60 por unidade
6 Unidades = R$ 141,04 por unidade
Informações sobre este rótulo

António Saramago, a lenda do vinho português! Sua trajetória se mistura com o desenvolvimento da vitivinicultura lusitana contemporânea, sendo que no ano de 2020 se consagrou como o mais antigo enólogo de Portugal ainda em atividade. António José Ribeiro Saramago nasceu em Vila Nogueira de Azeitão, no ano de 1948. Seu pai trabalhava no armazém da famosa vinícola José Maria da Fonseca e, por conta disso, logo aos 14 anos António também passou a trabalhar no laboratório de enologia dessa mesma produtora. Ironicamente, no passado ele só gostava de beber água e foi provar o primeiro vinho de sua vida apenas aos 20 anos de idade. Para nossa sorte, o tempo passou, ele ganhou gosto pela vitivinicultura e hoje ele diz: “O vinho é um produto tão nobre que, pouco a pouco, vamos pegando gosto e hoje não passo uma refeição sem ele. Apaixonei-me por isso.” 

Saramago permaneceu trabalhando na José Maria da Fonseca por longos 42 anos, tendo sido responsável por alguns dos rótulos mais famosos da indústria portuguesa de vinhos, como o “Periquita” por exemplo. Segundo ele próprio, esse período foi uma “grande escola” para o seu desenvolvimento profissional. Já sua formação acadêmica em enologia ocorreu em Bordeaux, na França, onde pôde aprender com o grande mestre Pascal Ribéreau-Gayon, pioneiro na pesquisa de compostos fenólicos em uvas viníferas e sobre as diferenças fundamentais entre espécies híbridas e vitis vinifera.

Além de ser membro fundador da Associação Portuguesa de Enologia, António Saramago (que não tem parentesco com o escritor e não é envolvido com a política) conquistou mais de 200 prêmios internacionais, incluindo o de melhor enólogo português no ranking “Top Winemaker” do concurso Wine Masters Challenge. Personalidades de peso como Robert Parker e Jancis Robinson já teceram diversos elogios ao profissional português e aos vinhos que carregam sua assinatura, os quais foram criados nos quatro cantos do país. Recentemente António Saramago inaugurou seu projeto autoral de vinhos nas terras do Alentejo e Península de Setúbal, onde tem total liberdade para desenvolver suas criações através de 3 pilares fundamentais: qualidade, identidade e paixão.

“O vinho é um produto vivo, que está nos transmitindo constantemente sensações e, de fato, a experiência ao longo dos anos permite falar com o vinho com facilidade e conhecimento. Toda a minha vida foi dedicada ao vinho e nunca, em momento algum, a minha paixão abrandou. São mais de cinco décadas de descoberta permanente, ao longo das quais fui absorvendo e participando na senda de qualidade trilhada pelo vinho português. Considero hoje que em nada ficamos atrás dos restantes países produtores de vinho de qualidade, consciente que estou da minha própria responsabilidade no que são os vinhos modernos de Portugal. Temos castas fantásticas, vinhas e clima que se harmonizam como em poucos lugares do globo e temos a técnica, a arte e a tecnologia para lhes fazer jus ano após ano, para gáudio dos enófilos de todo o mundo. Queremos que conheça melhor os nossos vinhos, esperando que encontre neles, como nós, a inconfundível marca portuguesa.” – António Saramago.

by Sommelier Rodrigo Ferraz | Direitos Reservados 


Newsletter

Receba nossas novidades e promoções por email